Igreja da Ciência Divina

Nosso Blog...

Encontre aqui assuntos que poderão ajudá-lo em diversas áreas de sua vida. Não deixe de comentar e deixar suas perguntas sobre o assunto ou sugerir novos temas. 

Os aspectos divinos de Deus e a Bíblia dos homens

A Bíblia realmente foi escrita por Deus?

“Essa é uma questão muito delicada e lhe peço que ponha de lado suas crenças até examinar os argumentos que vou apresentar.”

“Ora se Deus é onisciente então ele não pode ser o autor da Bíblia.”

As 3 características de Deus segundo a Bíblia são: Onisciência, Onipresença e Onipotência. Como um Deus com tanto poder permitiria que coisas absurdas como a disseminação do ódio e da discriminação de pessoas pudessem ser escritas em um livro de sua própria autoria?

Ora se Deus é onisciente então ele não pode ser o autor da Bíblia.

A Bíblia foi escrita em uma época em que a humanidade acreditava que a terra era plana e mil outras crendices absurdas, se fosse Deus quem a tivesse escrito, não conteria esses absurdos, pois sendo onisciente com certeza Ele não permitiria que essas coisas se perpetuassem através da Bíblia.

É preciso lembrar também que a Bíblia que conhecemos hoje não é a primeira Bíblia que foi escrita por Marcião a pedido de Paulo de Tarso.

A Bíblia original – a de Marcião – foi totalmente destruída por Constantino o Imperador Romano, quando ele permitiu a existência do Cristianismo em seu Império para obter vantagens políticas.

Ele concordou com a propagação do Cristianismo desde que fosse destruída a Bíblia de Marcião e fosse criada uma nova Bíblia segundo os novos critérios que ele estava impondo aos cristãos.

Agora veja bem quem era o homem que estava impondo esses critérios aos cristãos através da Bíblia que estava sendo reescrita segundo as opiniões dele:

Constantino não tinha nada que permitisse que o considerássemos um homem bom e ético e era tremendamente ambicioso. Para ganhar o título de Augusto, casou-se com Fausta a filha de Maximiano que tinha apenas 7 anos de idade!

O Império Romano estava dividido na época dele em: Império Romano do Ocidente e Império Romano do Oriente.

Ele compartilhava o domínio do Império Romano do Ocidente com Magêncio filho de Maximiano e desejando o poder a todo custo, Constantino juntou seu exército e derrotou Magêncio em Outubro de 312 Depois de Cristo.

Mas o Império Romano do Oriente estava sob a liderança de Maximiano e Licínio. Para dominar o Império Romano do Oriente, Constantino começou por oferecer sua irmã em casamento para Licínio e depois tendo se insinuado como amigo dele o convenceu a disputar a liderança do Império Romano do Oriente com Maximiano. Licínio venceu Maximiano em uma batalha que ocorreu em abril de 313 e Maximiano morreu pouco depois. Assim que Licínio se tornou o Imperador do Império Romano do Oriente, Constantino começou a enfrentá-lo.

Em setembro de 324 o exército de Licínio enfrentou o exército de Constantino e perdeu a batalha. Intermediado por sua esposa que era irmã de Constantino Licínio concordou em se render quando Constantino prometeu poupar sua vida.

Mas como Constantino não tinha ética, prometeu à sua irmã poupar a vida do cunhado, mas o matou poucos meses depois.

Com isso Constantino se tornou o único imperador.

Para saber mais sobre a personalidade dele, veja estes fatos:

  1. Constantino mandou matar seu filho favorito Crispo, seu sogro Maximiano e sua esposa Fausta.
  2. Para castigar as mulheres fofoqueiras ele criou um castigo que consistia em obrigá-las a beber chumbo derretido.
  3. Como sua esposa era sacerdotisa do Deus Mitra que regia o domingo, Dominus Dei, ele trocou o dia de descanso dos judeus que era sábado pelo Domingo que era o dia do Deus Sol.
  4. E como Mitra havia nascido no dia 25 de Dezembro, ele impôs que o nascimento de Cristo teria sido dia 25 de Dezembro para permitir aos pagãos adorarem o Deus Sol nessa data.

Ora Jesus não pode ter nascido em dezembro, pois segundo a própria Bíblia ele nasceu durante um recenseamento que jamais seria realizado em dezembro porque é o período do Inverno e neva no hemisfério Norte.

Mas, apesar de toda insanidade que revelou durante sua vida, Constantino foi nomeado santo pela Igreja Ortodoxa e a mãe dele se transformou em Santa Helena.

Essa é mais uma razão para você buscar a Espiritualidade e não a religião. Considerando a influência de Constantino na Bíblia como a conhecemos em nossos dias é óbvio que ela não foi escrita por Deus.

Isso significa que você não deve reconhecer o valor da Bíblia?

É claro que não, tem muita coisa útil lá e você pode escolher se lembrar da passagem que diz: Examinai tudo e retenha o que é bom.

A Espiritualidade se encontra em todos os lugares, desde que você tenha olhos de ver e ouvidos de ouvir e a procure em todos os lugares, inclusive na Bíblia adulterada por Constantino.

 

Cadastre-se como um Amigo da Ciência Divina, ou seja um membro se assim desejar e nos ajude a divulgar este canal de bênçãos àqueles que você ama. Estamos em várias redes sociais e você as encontrará com facilidade na lateral desta página. Siga-nos, temos um encontro marcado com o conhecimento e a espiritualidade todos os dias.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.